23 fev

Pós-jogo: Vasco 1 x 2 Cabofriense – Taça Guanabara 2014

O jogo foi equilibrado. Muitos estão reclamando da derrota e lógico, não tem motivo para felicidade.  A Cabofriense passou a dominar o primeiro tempo depois de empatar o jogo, com menos de dois minutos do Vasco abrir o placar. Mas, o Vasco foi superior no segundo tempo, mesmo não conseguindo empatar ou virar. Teve boas chances e infelizmente, não teve sorte.

Lembrando que a zaga foi composta por dois jovens jogadores, sendo um deles o Jomar, que não estava no seu dia. E enquanto a zaga do Vasco estava perdida, o goleiro da Cabofriense estava iluminado. Foi visível a boa arrumação da equipe adversária, entrou com disposição em campo e estava bem fechada, dificultando a saída de bola do Gigante. Sem contar os inúmeros passes errados. Só para se ter uma ideia, Guiñazu errou três passes em uma jogada só. E mesmo assim, a Cabofriense fez questão de se fechar mais ainda no segundo tempo, para manter o resultado e evitar o empate.

Agora, é bola para frente e melhorar essa troca de passes, analisar melhor como o time está sendo dividido em campo e não entrar para perder ou empatar. E um recadinho para a torcida: Pensem bem antes de idolatrar um jogador. Porque, desde 2012 que todos sofrem com as mudanças no elenco, ou seja, a carência de jogadores dispostos a vestir essa camisa é grande. Então, não adianta idolatrar o jogador que faz um golaço e logo depois, cai de rendimento, não acerta mais nada e vocês ficarem vaiando. Aprendam que nenhum jogador é maior do que o Vasco.

02 fev

Pós-jogo: Vasco 1 x 0 Botafogo – Taça Guanabara 2014

 Como vocês viram no pós-jogo anterior, eu disse que a prova real da melhora do time, só seria tirada no clássico. E o torcedor que foi ao Maracanã, presenciou um jogo muito apático. Botafogo, jogando com os reservas e o Vasco, jogando com um novo problema: A falta de um armador. Ano passado, o problema mais sério era a questão do goleiro. Agora, a dificuldade está instalada no meio, onde não tem ninguém para armar uma jogada. E desse jeito, fica difícil chegar até o gol adversário. Ou seja, ainda tem que melhorar algumas coisas.

Sem contar, que uma hora o Adilson monta um time retrancado, depois coloca mais para frente, depois retranca de novo e por aí vai. Mas, no meio dos trancos e barrancos, a vida continua seguindo e o Vasco conseguiu mais uma vitória. Dando atenção à mais uma excelente atuação do goleiro Martín Silva, que vem passando bastante confiança e tranquilidade tanto para os seus companheiros quanto para o torcedor. Destaque também para o atacante Edmílson, que se não está fazendo gol, está dando ótimos passes decisivos e que a cada partida consegue mostrar mais ainda o seu potencial.

Além dos dois volantes, Guiñazu e Aranda que quando entram em campo, mostram muita determinação e muita vontade. Lembrando, que o Aranda levou o 3º cartão amarelo e está fora do próximo jogo. Agora, um destaque especial para o jovem atacante Thalles, que entrou no segundo tempo e deu uma cara nova ao time. É um jogador, que quando entra em campo consegue mostrar a sua personalidade e a sua qualidade. E não deu outra, Thalles entrou e marcou o único gol da partida, aos 28 minutos.

Com a vitória, o Vasco chegou a 11 pontos e assume a vice-liderança da Taça Guanabara. O próximo jogo é contra o Volta Redonda, que é o 11º colocado, no Raulino de Oliveira, na próxima quarta-feira(05/02), às 22h00.

30 jan

Pós-jogo: Audax Rio 0 x 4 Vasco – Taça Guanabara 2014

Mais uma batalha, mais uma vitória e um caminho cada vez mais aberto para o primeiro clássico do Carioca, contra o Botafogo, no domingo. Cada vez mais, o time consegue mostrar uma melhora. É lógico, que ainda existem aqueles erros bobos, mas que podem comprometer dentro de campo e isso tem que ser trabalhado. Até por que, a prova real dessa melhora da equipe vai ser tirada no clássico. Por enquanto, os trabalhos estão apenas iniciando e os erros sendo observados.

Aliás, um erro que foi observado e consertado foi a questão do goleiro. Finalmente, o torcedor pode gritar: “AH, TEMOS GOLEIRO!” e aproveitar essa confiança e segurança que o Martín Silva traz. Na partida de hoje contra o Audax, além do Martín, o lateral-esquerdo Marlon, o volante Aranda, o atacante Barbio e o atacante Edmílson também se destacaram fazendo boas atuações. Outro que também se destacou fazendo dois gols, foi o Bernardo. Só que, ele continua pesado e ainda precisa ganhar aquele ritmo.

A frequência do time tem que ser essa ou, dependendo do adversário, talvez até mais ofensiva, botar o time para golear mesmo. Mas, não pode deixar a equipe se acomodar. Até porque, os resultados estão chegando e estão sendo positivos. Com certeza, o apoio da torcida no clássico contra o Botafogo, será muito importante para a equipe ir em busca de mais uma vitória, que unirá ainda mais o grupo.

29 jan

Pré-jogo: Vasco x Audax Rio – Taça Guanabara 2014

Data e Local: 29/01/2014 – 19:30 – Raulino de Oliveira – Volta Redonda

Arbitragem: Árbitro: LEONARDO GARCIA CAVALEIRO
Árbitro Assistente N°1: SILBERT FARIA SISQUIM
Árbitro Assistente N°2: DANIEL DE OLIVEIRA ALVES PEREIRA
4° Árbitro: LEONARDO DE CASTRO MOREIRA

Prováveis escalações: VASCO: Martín Silva; André Rocha, Luan, Rodrigo e Marlon; Guiñazu, Aranda e Fellipe Bastos; Montoya, William Barbio e Edmilson. Técnico: Adilson Batista.

AUDAX RIO: Yamada; Adriano, Leandro Camilo, Aderaldo e Jorginho Paulista; Arthur, Wellington Monteiro, Casotti e Wellington Soares; Willian e Washington. Técnico: Válber.

Fonte: Informações retiradas do site NETVASCO

26 jan

Pós-jogo: Vasco 6 x 0 Friburguense – Taça Guanabara 2014

Um, dois, três, quatro, cinco, seis… Goleada do Vasco em São Januário. Os torcedores estavam precisando sentir esse prazer de novo e nada melhor do que ser no Caldeirão. O sentimento é de alma limpa, porém essa confiança tem que ter continuidade.

Confiança que começa pelo gol vascaíno. Finalmente, o Clube tem goleiro. Martín Silva, fez uma boa estréia, apesar de só realizar duas defesas, mostrou que sabe sair do gol. A defesa deu um pouco de espaço para a equipe adversária, principalmente pelas laterais. Pelo meio, Aranda mostrou habilidade e agradou a todos na sua estréia. No ataque, Montoya destruiu e Edmilson se redimiu marcando dois gols, depois de perder um pênalti.

Hoje, não há do que reclamar. Apenas algumas observações: Tem que colocar o lateral-esquerdo Marlon para treinar passe e cruzamento, Fellipe Bastos e William Barbio têm que jogar o simples e tem que colocar o Montoya para treinar chutes com a direita pra ele perder o medo e arriscar mais. Fora isso, dá para perceber um caminho mais aberto, independente do adversário. É hora de aproveitar a confiança que veio com essa vitória e usá-la para conseguir mais vitórias. Com esse resultado, o Vasco chegou à 3ª posição no Campeonato Carioca.